Corpo modelado: Manobras manuais são associadas a princípios ativos que potencializam resultados

Milena Aurea / A Cidade

“A Redux Up, além das manobras exclusivas, associa cosméticos inteligentes com ativos” – Luciana Sensine, fisioterapeuta

Muitos termos designam as massagens modeladoras, mas todas têm o mesmo objetivo: reduzir a gordura localizada e a celulite, modelar o corpo, diminuir os edemas e algumas ainda tratam a flacidez muscular.

Segundo Ingrid Perez, fisioterapeuta da área científica da Onodera Estética, as massagens modeladoras consistem em manobras manuais com movimentos rítmicos e vigorosos, com maior pressão que os das massagens convencionais.

O que as diferencia, segundo ela, é o uso de princípios ativos com absorção maior, correntes associadas às manobras manuais e a utilização de acessórios com o intuito de potencializar sua ação.

Atualmente, novas técnicas e acessórios, como o uso de creme com princípios ativos específicos, por exemplo, otimizam os resultados. Além disso, algumas massagens redutoras associam o uso de um rolo de sucção e amassamento.

“Os movimentos de amassamento, pinçamento e deslizamento, são promovidos principalmente em regiões com maior quantidade de adiposidades e celulite, favorecendo o aumento da circulação sanguínea e a modelagem corporal”, detalha Ingrid.

De acordo com a fisioterapeuta Luciana Sensine, especialista em dermatofuncional na Fisioforma, enquanto a massagem tradicional faz apenas um amassamento da região, com uma reorganização da gordura, a “redux” consegue, através da técnica de deslocamento de manobra, ir reposicionando a musculatura no local ideal.

Segundo ela, a “redux” atua como coadjuvante na busca de um corpo modelado. “Agrega-se a ela outros tratamentos de resultados mais rápidos, como o de levantar e modelar o bumbum”, explica.

Perfil

De acordo com Ingrid, a massagem modeladora é indicada, principalmente, para mulheres com celulite grau moderado e grave e gordura localizada em regiões do abdômen, perna, culote, flancos, braços e glúteo. “Hoje as massagens modeladoras vêm associadas com correntes e produtos que aumentam a circulação, elevando a oxigenação, a nutrição e até a penetração dos produtos na pele”, ressalta.

Milena Aurea / A Cidade

O deslocamento da musculatura promove a remodelagem do bumbum.

Luciana recomenda, antes de adotar qualquer procedimento, que se faça uma avaliação do biotipo e das necessidades da pessoa. “Assim se determina as técnicas que irão fazer com que ela usufrua dos melhores resultados de forma personalizada”, diz.

 

Conheça algumas técnicas:

Redux UP
Técnica manual de deslocamento da musculatura que ajuda na modelagem e na redução de medidas. Associa cosméticos inteligentes com ativos que promovem estímulo de colágeno, melhora da circulação e da oxigenação do tecido e migração de nutrientes, minimizando celulite e drenando as toxinas

Shape Redux
Une técnicas de massagem modeladora e corrente russa. Além dos procedimentos para reduzir e fortalecer a musculatura, as manobras são realizadas com produto exclusivo, que promove ação vasodilatadora e lipolítica potente. Ajuda no aumento da oxigenação, da nutrição, da hidratação e na redução da célula de gordura

Dreno redux
Une técnicas de massagem modeladora e drenagem linfática. Ativa os sistemas circulatório e linfático. Os ativos utilizados e as manobras vigorosas ajudam no aumento do metabolismo (reduzindo a gordura localizada), da circulação e na diminuição de inchaços no corpo

Benefícios das massagens modeladoras

• Modela o corpo
• Ativa a circulação sanguínea
• Aumenta hidratação, oxigenação e nutrição do tecido
• Reduz a camada de gordura
• Diminui edema
• Ativa a eliminação de toxinas
• Levanta, tonifica e modela a região tratada

Contra-indicações

– Trombose venosa profunda
– Processos infecciosos/ inflamatório
– Gestação
– Dermatites
– Câncer
– Diu de cobre (relativo)
– Flacidez de pele excessiva
– Mipoatias em abdome/ glúteo
– Período de amamentação (relativo)

Matheus Urenha / A Cidade

“Os ativos e as manobras vigorosas da Dreno Redux ajudam no aumento do metabolismo” – Ingrid Perez, fisioterapeuta
FONTE: A Cidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s