4 tratamentos para combater as estrias do corpo: dermatologista indica!

Na busca por uma pele perfeita, não faltam tratamentos para as estrias. As cicatrizes, que podem ser brancas, avermelhadas e arroxeadas, costumam aparecer nos braços, na barriga, nas pernas e nos seios por causa do temido “efeito sanfona”, que é quando se engorda e emagrece repentinamente. O Purepeople entrevistou uma dermatologista que listou os melhores tratamentos para eliminá-las.

Se eliminar as estrias é o seu sonho de consumo, a boa notícia é que há jeito de combatê-las! Cada vez mais, o uso de procedimentos estéticos para melhorar a pele e rejuvenescer o visual, mandando embora rugas com o uso da vitamina C, por exemplo, são altamente buscados pelas mulheres, principalmente próximo ao verão, e com as estrias não é diferente. “As estrias ocorrem porque a pele ‘quebra’ em todas as camadas, até a derme, dando o aspecto típico”, conta a dermatologista Danielle Aguiar, da Clínica Paula Bellotti, do Rio de Janeiro, que selecionou alguns tratamentos que vem fazendo sucesso. “Uso de ácido retinóico em creme, peelings, lasers e radiofrequência microagulhada”.

LASER FRACIONADO REMODELA O COLÁGENO DA PELE

 

O laser fracionado estimula a formação de colágeno – que é a proteína que dá sustentação à pele, ou seja, que ajuda a deixar a superfície da pele bem lisa, sem rugas e sem estrias – e o laser fracionado remodela o colágeno. “O laser de nossa preferência é o fracionado não ablativo, pois ele remodela o colágeno e previne a formação das cicatrizes atróficas. Por ter ação mais profunda, ele atua justamente no problema”, explica a dermatologista.

 

 

RADIOFREQUÊNCIA MICROAGULHADA MELHORA QUALIDADE DA PELE

 

Assim como o laser fracionado, a radiofrequência microagulhada também tem o poder de melhorar o colágeno que foi alterado pelo processo de formação das estrias. “O calor emitido pela radiofrequência e microagulhas atuam na derme melhorando a qualidade da pele. Além disso, é possível associar o peeling químico ou outras substancias”, explica a profissional.

 

 

PEELING: ‘MAIS INDICADO É O QUÍMICO’

 

Segundo a dermatologista, o peeling químico pode ser feito em conjunto com o laser fracionado e com a radiofrequência microagulhada para eliminar e amenizar as estrias. “É o mais indicado como tratamento coadjuvante para tratar estrias recentes. O intervalo entre as sessões depende da cor da pele do paciente. Em média, as sessões são feitas de 4 em 4 ou 6 em 6 semanas”, explica a dermatologista.

 

 

CREMES REJUVENESCEDORES: ‘ÁCIDO RETINÓICO’

 

Os cremes com ativos que rejuvenescem a pele, como o ácido retinóico, podem ser usados em casa, em peles selecionadas, para melhorar a textura e prevenir o surgimento de outras temidas estrias. “É muito importante manter a pele sempre hidratada e ter o cuidado de usar cremes específicos para melhorar a qualidade da pele”, indica a profissional, deixando claro que adotar uma alimentação saudável também é essencial para evitar o “efeito sanfona”.

(Por Beatriz Doblas)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s