Benefícios da argila em tratamentos estéticos

Elementos retirados do solo são recursos utilizados em técnicas referentes aos cuidados com a saúde da pele

Image-0-Artigo-2457160-1
A geoterapia combate acnes, ajuda a relaxar, trata a dor nas costas e minimiza o cansaço. A terapia é recomendada uma vez por semana, com duração de 20 minutos

Apesar de a nomenclatura parecer algo novo, as propriedades terapêuticas da argiloterapia também conhecida como geoterapia eram utilizadas desde os primórdios da civilização egípcia para combater inflamações e picadas de animais, entre outras.

Além das ações bactericidas, anti-inflamatórias, regeneradoras e cicatrizantes, no mundo da estética a terapia é adotada nos Spas e clínicas por conta de a argila ser largamente usada em tratamentos de rosto, corpo e couro cabeludo. Segundo a esteticista Paula Ticiane Varela, para cada tratamento é indicada uma argila diferente.

Dentre os diversos benefícios da argiloterapia nos procedimentos corporais e faciais, ela previne o envelhecimento, apresenta alta capacidade de absorver e remover toxinas, metais pesados e impurezas, ao mesmo tempo em que transfere minerais e nutrientes favoráveis à saúde da pele.

Para a esteticista, essas substâncias são capazes de limpar, esfoliar e tirar manchas superficiais. “A argila também melhora a vitalidade da pele, ativa a circulação, acalma inflamações e absorve as toxinas do organismo”. Entre os tipos mais utilizados para fins estéticos, estão a verde, a marrom e a acinzentada, geralmente misturada com óleos essenciais.

 

Couro cabeludo

Problemas capilares como a caspa, a seborreia, a dermatite e a queda de cabelo são exemplos de casos nos quais a argila pode ser aplicada. Para esta região, os tipos mais usados são a verde e a branca, ambas com efeito esfoliante, adstringente, cicatrizante e oxigenação, sendo que a branca tem ação calmante e suavizante.

Junto ao uso das argilas, podem ser associados alguns óleos essenciais. Para auxiliar nos tratamentos de queda de cabelo, a esteticista diz que o óleo de alecrim é uma boa sugestão. Isso porque sua ação estimulante acelera o metabolismo da região.

O de lavanda, por ser cicatrizante, é ideal para acalmar a região, como em processos de pequenos ferimentos do couro cabeludo. Além disso, o óleo de melaleuca apresenta forte ação bactericida e fungicida. Por conta disso, o composto se torna um forte aliado na redução da proliferação de micro-organismos no local.

 

Estética

Conforme orientação da esteticista, as argilas utilizadas para fins cosméticos e farmacêuticos devem seguir uma série de requisitos de segurança química como, por exemplo, pureza, estabilidade e inércia química.

No caso da física, a atenção se volta para o tamanho da partícula e a textura. Na questão toxicológica, o teor de metais deve ser controlado. “O trabalho multidisciplinar é válido. Por isso, nos problemas de couro cabeludo mais severos, o dermatologista deve ser consultado”, afirma Ticiane.

 

Tipos de argila

 

As argilas são formadas por metais como, por exemplo, alumínio, ferro, magnésio, titânioe manganês, que proporcionam benefícios buscados no meio estético. Dentre as mais indicadas para estes fins são a verde e a branca;

As vantagens se dão por meio das ações adstringente, bactericida, tensora, absorção de impurezas e remoção do brilho. Além disso, cobre manchas, renova as células, hidrata, melhora furúnculos e acne;

A argila verde é recomendada para o tratamento de peles oleosas e com acne. Ela tem ação tonificante, estimulante, secativa, bactericida, analgésica, cicatrizante. Melhora ainda a elasticidade e reduz celulite;

 

A branca pode ser aplicada em todos os tipos de pele, sendo mais indicada para as sensíveis. Ela trata acne, clareia, renova, absorve a oleosidade sem desidratar, melhora a circulação sanguínea e proporciona maciez e relaxamento da derme.

 

 

FONTE: /www.ibahia.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s