Procedimentos envolvendo agulhas são os queridinhos do momento

Needle mesotherapy treatment aesthetic execution in the beauty salon

 

A bola da vez no mercado estético são as agulhas, que protagonizam técnicas como o microagulhamento e a mesoterapia, cada vez mais presentes no catálogo de serviços das clínicas de Brasília. De uso muito versátil, os procedimentos são usados para diversos tratamentos, desde o combate do envelhecimento, flacidez e calvície até à diminuição de cicatrizes e celulites.

A fim de sabermos mais sobre ambos os métodos, o Finíssimo procurou a Inove Estética Avançada, referência no uso das técnicas. O microagulhamento é um procedimento que consiste em microperfurações na pele, com finas agulhas metálicas. Seu princípio é semelhante ao da acupuntura, porém, localizado e múltiplo, produzindo efeito apenas na área tratada. Pode ser feito por rollers, canetas elétricas ou carimbos.

 

 

s-l1600 (32)

 

A biomédica Pollyana Lorrany explica que o microagulhamento, por si só, estimula o rejuvenescimento e a renovação da pele. “O organismo vai responder com a produção de colágeno e de outras fibras naturais, então é um procedimento que pode ser utilizado para reduzir linhas de expressão, cicatrizes de acne, rugas, estrias e até para fechar poros”, conta.

Contudo, este tratamento pode ser feito em conjunto com outros recursos, pois estimula a vascularização local e permite uma maior absorção de outras substâncias, como o minoxidil. “A aplicação de minoxidil é mais eficaz feita junto ao microagulhamento, pois a técnica tem a funcionalidade de abrir os poros e dilatar a área para que o medicamento entre naquela região. O sistema sanguíneo vai captar melhor o produto”, explica.

De acordo com a biomédica, o tratamento para calvície com o microagulhamento leva cerca de seis meses, dependendo do quadro clínico do paciente. “A aplicação deve ser feita a cada 15 dias, intercalando com a carboxterapia, que também ajuda no tratamento. Quem já tem uma boa alimentação, bebe bastante água e toma algum outro medicamente que já auxilia no tratamento, geralmente, sente o efeito antes desse prazo. Se o problema for genético ou relacionado com uma deficiência de algum fator, talvez precise mais de seis meses”, diz.

O tratamento é contraindicado para pessoas que têm doenças autoimunes, queloides, alergias aos compostos usados e usuários de medicamentos para coagulação sanguínea. Para ela, o procedimento traz certo desconforto devido a densidade do produto, mas é suportável. “Depende da pessoa. Há quem não sinta nada, mas há quem sinta dores e ardência”, afirma.

Já a mesoterapia, também conhecida como intradermoterapia, é um tratamento estético feito com aplicações de medicamentos combinados (enzimas e outras medicações). Este procedimento tem várias funcionalidades, mas é mais usado para combater celulite, flacidez, gordura localizada e estrias. “É a aplicação de alguma mescla com um objetivo específico naquela região. Por exemplo: para celulites inserimos compostos a base de cafeína e buflomedil”.

CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS PRODUTOS PARA INTRADERMOTERAPIA À VENDA NA CIA DA ESTÉTICA E BELEZA

 

HTB1y6CljHsTMeJjSszdq6AEupXa4

FONTE: http://finissimo.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s